PUBLICIDADE

Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Taise Spolti

Geleias naturais, orgânicas e saudáveis com frutas da época

Taise Spolti

20/05/2018 04h00

Crédito: iStock

Será que tem como fazer geleia de frutas caseira, com o mesmo carinho e a atenção que nossa avó fazia, mas sem aquele excesso de açúcar? Sim, existe! E bastam dois truques fáceis e baratos: sazonalidade e goma funcional.

A opção de fazer a nossa própria geleia, ou 'chimia ' de frutas, como conhecemos aqui no Sul do país, é mais saudável e orgânica do que quando optamos por comprar as industriais que, em geral, são cheias de açúcar simples e têm como base conservantes, emulsificantes ou geleificantes.

Trabalhar com alimentos da época do ano (tangerina e goiaba) faz com que não somente as refeições sejam mais ricas em nutrientes, já que as frutas e legumes estão em seu ápice nutricional, mas também traz muitos benefícios aos nossos amigos produtores e agricultores, principalmente os próximos de nós, nas feirinhas semanais de rua.

Levando isso em consideração e lembrando que a geleia é um dos processos antigos para ter sempre aquele fruto à mesa, já que conserva por mais tempo uma fruta de verão que não teríamos para comer no inverno, por exemplo, vou passar aqui duas opções de geleia para fazer. Além de serem saudáveis, elas vão adoçar os seus dias.

Opção 1: Geleia de tangerina e cravo da Índia

Ingredientes:

  • 1/2 kg de gomos de tangerina
  • 2 cravos-da-índia
  • 2 col. de sopa de açúcar mascavo
  • 1 col. de chá de goma ágar-ágar (é um produto natural, uma goma em pó, vendida em casas de produtos naturais –e é bem baratinha)
  • Água (conforme necessário)

Preparo:

Retire as sementes que tiver nos gomos de tangerina e coloque em uma panela, em fogo baixo, com o açúcar e os cravos-da-índia. Conforme a temperatura vai subindo, amasse os gomos para eles soltarem o líquido e caramelizar junto ao açúcar. Depois, coloque a goma em pó. A cada quatro ou cinco minutos, em média, mexa a mistura. Se estiver seca demais, acrescente uma ou duas colheres de água, mas não se preocupe em deixar ela molhada demais. Ela deve caramelizar lentamente com o açúcar e a goma e então geleificar naturalmente. Se quiser uma geleia mais 'limpa', retire as fibras que os gominhos soltam, e se quiser manter ela bem orgânica, com aspecto natural, deixe-as. Ela ficará pronta em uma hora (mas pode depender da potência de seu fogão).

Opção 2: Goiaba com limão e canela

Ingredientes:

  • 1/2 de goiaba sem casca e sem sementes
  • 1 pau de canela
  • Suco de 1/2 limão
  • 2 col. de sobremesa de açúcar mascavo
  • 1 col. de chá de goma ágar-ágar

Preparo:

Limpe bem as goiabas e corte em pedaços pequenos. Coloque os pedaços em uma panela com o açúcar, o suco de limão e a goma. Em fogo baixo, mexa para que o açúcar comece a caramelizar com o suco de limão e vá amassando os pedaços de goiaba que vão amolecendo. Mantenha sempre a panela fechada para a umidade não evaporar e mexa a cada três ou quatro minutos, vendo a necessidade de colocar água (uma ou duas colheres por vez, apenas). O processo demorará apenas uma hora no fogo baixo.

Assim que as suas geleias estiverem prontas, coloque-as em um potinho e guarde na geladeira ou num pote hermético fora da geladeira. A goma aumentará o prazo de validade, ou seja, você poderá ter essa geleia por até quinze dias.

Sobre a autora

Taise Spolti é formada em educação física e, atualmente, estuda nutrição. Já foi fisiculturista profissional e hoje tem interesse em aliar sua rotina alimentar à gastronomia. Costuma dizer que não se satisfaz com pratos pequenos ou sabores comuns. Participou do programa “Masterchef”, da Band, onde pode mostrar em rede nacional suas receitas.

Sobre o blog

Mostrarei aqui o resultado de minhas constantes buscas por sabores diferentes que remetam à boa alimentação e ao prazer de comer. Vou compartilhar o passo a passo de preparações saborosas e saudáveis, que serão a salvação de quem ainda não despertou o olhar para o alimento como deve ser: repleto de sabor e nutrientes.